Gestão escolar

3 estratégias para combater a evasão escolar

3 estratégias para combater a evasão escolar

A deficiência da educação brasileira é um tema que vem sendo extensamente discutido nos últimos anos. O modelo de ensino atual revela-se insuficiente para estimular a maioria dos jovens a fazerem dos estudos um aspecto central das suas vidas — especialmente na rede pública. Uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) revela que, entre os principais motivos apontados por aqueles que abandonam a escola, destacam-se a necessidade de complementação da renda familiar ou, ainda mais alarmante, a falta de interesse.

Não há como negar: precisamos repensar a educação e desenvolver técnicas que tornem o ambiente escolar mais interessante e estimulante, oferecendo melhores perspectivas para os alunos e convidando-os a sonhar. Mas como fazer isso? Reunimos, a seguir, algumas dicas que você poderá implementar na sua escola para evitar a evasão escolar. Acompanhe!

Busque parcerias

Como um dos principais motivos que leva jovens a abandonar os estudos é a necessidade de complementação de renda familiar, uma alternativa para ajudar a vencer esse desafio é buscar parceria com instituições que oferecem estágios para adolescentes em idade escolar. Desse modo, além da bolsa oferecida, o estudante terá a chance de se qualificar profissionalmente, aprendendo um ofício e, consequentemente, acalentando melhores perspectivas para o futuro.

Para tanto, certifique-se de buscar instituições sérias e que tenham interesse na formação do bolsista — e que não tenham uma lógica parasitária que só visa uma mão de obra mais barata. Bancos como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil trabalham com tais tipos de ações. Outras boas opções são as prefeituras municipais e empresas como Petrobras e Vale.

Relacione as matérias lecionadas ao cotidiano

Mais de 40% dos evadidos escolares abandonaram a escola simplesmente por não a consideraram interessante. Trata-se de um dado preocupante e que deve ser revertido sistematicamente com práticas que busquem engajar os alunos no ambiente escolar. É importante ressaltar que de nada adianta tentar responsabilizar os próprios alunos por esse cenário. Fato é que a escola, na maioria dos municípios brasileiros, tem se mostrado deslocada da realidade social dos estudantes — eles não veem sentido no aprendido e não conseguem associar os tópicos lecionados a suas vidas práticas.

Uma maneira de se reverter esse quadro é buscando promover aulas mais interativas. Aplicando e exemplificando os conceitos da matemática e da física nas obras de engenharia e arquitetura da cidade; promovendo passeios e viagens para explicar acontecimentos históricos e debater conceitos geográficos; oferecendo exposições em laboratório de experiências químicas; ensinando e mostrando como a biologia pode ajudá-los no dia a dia; estimulando o lado artísticos dos alunos em aulas de dança, teatro, desenho/pintura; oferecendo a possibilidade de aprendizado musical com aulas teóricas e práticas de música (colocando à disposição deles instrumentos diversos); busque modernizar a escola e interagir com os alunos por meio da tecnologia, dentre muitos outros.

Sim, boa parte dessas medidas requerem orçamento — o que, infelizmente, é uma grande barreira para muitas escolas. Para concretizá-las é preciso sim ir atrás de investimentos (públicos e privados). Cobre apoio dos vereadores e deputados que sua região elegeu, procure auxílio de instituições públicas ou ONG’s ou, até mesmo, promova festas locais cujos lucros serão revertidos para as atividades escolares.

Demonstre interesse

Outra maneira de combater a evasão escolar é buscando estabelecer um relacionamento mais amigo com os alunos. Preste atenção neles, manifeste preocupação caso haja mudanças repentinas de postura, procure saber — e entender — os motivos das faltas. O tom aqui deve ser de interesse, não de repreensão ou julgamento. Vale também conversar com os professores cujas aulas apresentam menores números de faltas. Eles poderão te orientar e explicar quais são as táticas que mais funcionam com os alunos.

E então, gostou das nossas dicas para combater a evasão escolar? Você utiliza alguma outra estratégia que não citamos? Deixe seu comentário e participe da conversa!

Share on Facebook0Share on Google+1Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn6
Artigos relacionados
img-blog-censo-escolar
A importância do Censo Escolar para a educação do país
16.jpg.jpeg
Professores que faltam muito: o que fazer?
7-dicas-para-ser-um-bom-diretor-de-escola-publica
7 dicas para ser um bom diretor de escola pública
Share This