Gestão escolar

A educação pública tem jeito? Descubra por que sim!

a-educacao-publica-tem-jeito-descubra-por-que-sim.jpeg

Trabalhar com ensino é um constante desafio. Problemas não faltam, de todas as espécies. Mas há, também, muitas histórias de superação e conquistas no vasto universo compreendido pelas escolas públicas. Esses enredos vitoriosos têm em comum a inovação: em cada um, jeitos novos de fazer as coisas darem certo. Por isso, servem como verdadeiras inspirações para quem vivencia o dia a dia da educação pública.

Neste post, selecionamos alguns casos que comprovam que a educação brasileira tem jeito, sim! Confira!

Educação pública na era digital

Os avanços tecnológicos aos poucos vão tirando a educação pública do passado e colocando-a em plena era digital — isso com soluções que dão novos ares à escola e facilitam a vida de todos: gestores, professores, pais e alunos.

Esse importante salto em direção à modernidade já mostra resultados, como os vistos no estado do Rio Grande do Norte, na cidade de Monte Alegre. A cidade, em 2014, passou a utilizar uma ferramenta de gerenciamento de ações educacionais e, com os resultados dessa mudança, economizou nada menos que R$ 2,4 milhões. 

Isso aconteceu porque, a partir da utilização do i-Educar, foi possível identificar e corrigir importantes distorções — como a desproporção entre o número de professores e o de alunos, um dos problemas que prejudicava a qualidade do ensino na localidade. Confira aqui o post exclusivo sobre o tema.

Escola que medita

No Espírito Santo, a escola pública tem feito direitinho seu dever: ela transcendeu os conteúdos e assumiu as mais amplas dimensões do educar. Com a implementação do ProjetoMindEduca, desde 2015, o estado age com exemplar pioneirismo.

O projeto consiste, basicamente, em centrar a educação em valores humanos, éticos e no respeito às diferenças. Como consequência imediata disso, espera-se tornar mais harmoniosa e eficiente a interação entre alunos, corpo docente e toda a comunidade escolar.

Em um primeiro momento, o projeto é dedicado ao professor, que passa por um processo de imersão com duração de oito semanas. Nesse período, o educador tem acesso a diferentes conteúdos, todos bastante significativos para o seu trabalho e para a sua vida pessoal.

Outras metodologias usadas pelo projeto, que visa a uma educação pautada em valores, a um desenvolvimento humano e à cultura da paz são:

  • Mindfulness

  • Psicologia positiva

  • Conhecimento neurocientífico

  • Estratégias de desenvolvimento humano

Vale ressaltar que a iniciativa é da Secretaria da Educação do Espírito Santo, em parceria com o Instituto Migliori. A iniciativa é avaliada também pelo Ministério Público Estadual e por uma gigante do aço, a empresa ArcelorMittal.

Escolas da Ponte brasileiras

A Escola da Ponte, localizada em Portugal, é mundialmente reconhecida como um sucesso educacional. E, no Mato Grosso do Sul, duas escolas estão colocando em prática os métodos que deram tão certo além-mar.

Com isso, elas pretendem atualizar o sistema de ensino no estado e estimular as mentes jovens a estudar.

Dentre as modificações que serão providenciadas visando aproximar essas escolas da que lhes serviu de modelo, estão as seguintes:

  1. Abolir a divisão por disciplinas.

  2. Abandonar a avaliação por provas.

  3. Deixar de lado as lições expositivas.

  4. Transformar os professores em orientadores de estudos.

  5. Suprimir a divisão por séries.

O projeto, piloto ainda, será implantado nas escolas Waldemir Barros da Silva e Manoel Bonifácio Nunes da Cunha, ambas pertencentes à rede estadual.

Os projetos elencados neste post, logo à primeira vista, mostram algo em comum: são caminhos para construir uma nova realidade na educação pública brasileira. E cada um deles permite perceber que, ao contrário do que muitos pensam, não são necessárias imensas somas de dinheiro para melhorar o ensino. É preciso, mesmo, direcionar bem cada recurso existente.

Gostou deste artigo? Então leia as 7 dicas para ser um bom diretor de escola pública!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn7
Artigos relacionados
3 estratégias para combater a evasão escolar
3 estratégias para combater a evasão escolar
img-blog-censo-escolar
A importância do Censo Escolar para a educação do país
16.jpg.jpeg
Professores que faltam muito: o que fazer?
Share This