4 min de leitura

5 plataformas com atividades complementares para os alunos fazerem na quarentena

Powered by Rock Convert

No Brasil e no mundo, milhares de alunos e professores estão em casa para evitar o contágio pelo coronavírus. Diante desse cenário, muitas escolas estão enviando atividades complementares aos estudantes para que não percam o ritmo de estudos no período de quarentena. 

Em alguns estados e municípios já se fala em Educação a Distância (EAD), porém tudo ainda é incerto. Não há uma orientação nacional sobre como proceder no momento e, por isso, não sabemos quando as aulas presenciais voltarão ao normal.

A viabilidade do EAD é questionada devido a uma série de dificuldades enfrentadas pela rede pública como, a falta de infraestrutura tecnológica e de recursos das famílias, a necessidade de formação dos professores e a ausência de autonomia de grande parte dos alunos para criarem uma rotina de estudos em casa.

Portanto, o ensino a distância exige criatividade e mudanças estruturais para se consolidar nas escolas públicas do País.

Diante disso, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) emitiu uma nota, sugerindo que as atividades a distância não substituam as aulas presenciais, mas apenas as complementem. Segundo a associação, antes de qualquer mudança drástica, é importante avaliar a eficácia das aulas a distância durante essa primeira fase.

Independente do que será decidido daqui para frente, as crianças e adolescentes precisam continuar aprendendo, seja por meio de smartphones, computadores, materiais impressos, TV ou rádio. O importante é que todos continuem tendo acesso à educação.

Por isso, trouxemos dicas de plataformas com conteúdos gratuitos para manter os alunos estudando em casa, além de outras iniciativas com amplo acesso a todos os estudantes. Confira abaixo!

Plataformas com atividades complementares para fazer durante a quarentena

Sistema Positivo de Ensino

No canal do YouTube do Sistema Positivo de Ensino há uma série de aulas voltadas tanto para a Educação Infantil, quanto para o Ensino Fundamental e Médio. Em função da quarentena, os vídeos são postados quase todos os dias para que os alunos tenham sempre acesso a conteúdos novos.

SAS Educação

Voltado para os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio, no canal do SAS Educação são disponibilizadas aulas ao vivo, todos os dias, em parceria com diversos professores.

As aulas, após gravadas, também ficam disponíveis na plataforma de ensino da empresa, que já conta com mais de 860 escolas e 100 mil alunos, o que pode aumentar devido à liberação dos conteúdos aos mais de 20 milhões de estudantes do Brasil que cursam os anos finais do Fundamental e o Ensino Médio.

Escola Mais

A Escola Mais é uma empresa de educação focada no currículo do Ensino Fundamental II e atende, principalmente, alunos e famílias de baixa renda.

Nesse período de quarentena, liberou acesso gratuito a sua plataforma educacional para toda a rede pública de ensino. Veja o que a ferramenta oferece:

  • Currículo 100% alinhado à BNCC;
  • Mais de 600 videoaulas gravadas;
  • Aulas ao vivo, pela internet, seguindo a grade escolar de 4h20/dia;
  • Métricas de aprendizagem e roteiros de estudos com exercícios;
  • Mais de 1.000 atividades e exercícios;
  • Acompanhamento do desempenho e produção dos alunos;
  • Disponível pelo computador e pelo celular (aplicativo para Android ou IOS).

Faber-Castell

A Faber-Castell liberou, de forma gratuita, todos os cursos de sua plataforma on-line por 30 dias. São cerca de 17 opções voltadas tanto para crianças, quanto para adultos.

Os cursos estimulam a criatividade, trabalhando principalmente com formas, desenhos e cores. Para fazer as aulas, além de uma conexão de internet, os alunos precisarão de lápis, borracha e lápis de cor.

Escola games

Jogos educativos são excelentes atividades complementares para que os alunos aprendam brincando. No site da Escola games você encontra jogos e livros para crianças a partir de 5 anos. Todos desenvolvidos com acompanhamento pedagógico.

São mais de 90 atividades relacionadas à Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Ciências, Inglês e Meio Ambiente.

Outras iniciativas

Undime e Consed

A Undime, em conjunto com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), está elaborando metodologias e materiais práticos para disponibilizar às Secretarias de Educação e apoiar o planejamento das redes de ensino na oferta de atividades complementares.

Para isso, realizou uma pesquisa com os municípios para levantar informações sobre o contexto atual das redes. O material ainda está em desenvolvimento, por isso, é preciso ficar atento ao seu lançamento, que será divulgado no site da Undime em breve.

Portal próprio

A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia do município de Içara/SC lançou um portal de atividades complementares para os alunos fazerem em casa no período de quarentena.

O objetivo é fazer com que os estudantes mantenham uma rotina de estudos, porém, isso não significa que as atividades realizadas substituirão as aulas presenciais. A ideia, de forma geral, é fazer com que continuem próximos dos conteúdos exigidos no currículo.

No momento, o portal conta com 227 atividades distribuídas em:

  • Atividades lúdicas;
  • Multimídia;
  • Atividades escolares;
  • Obras;
  • Conteúdos externos.

Envio pelo WhatsApp

A maioria das pessoas tem acesso a um smartphone com WhatsApp, certo? Diante disso, a Escola Estadual Dr. Manoel Dantas, localizada em Natal/RN, criou grupos no aplicativo, separados por ano escolar, para os professores enviarem vídeos, mensagens de texto e áudios orientando as crianças a respeito dos conteúdos e atividades a serem feitos.

A interação acontece através de trocas de mensagens de texto, áudio, vídeos e fotografias dos cadernos.

Para esse formato dar certo, a colaboração da família é essencial, pois é preciso orientar as crianças e disponibilizar o celular no momento de realizar as atividades.

Envio de materiais impressos

Sabemos que muitas famílias não têm acesso à internet. Então, como fazer com que essas atividades complementares cheguem a toda as crianças e adolescentes?

Na cidade de Londrina/PR, as escolas estão fazendo uma força tarefa para montar kits com a merenda escolar e entregar aos beneficiários do Bolsa Família. A ideia é incluir também, nestes kits, materiais com textos e exercícios preparados pelos professores e impressos nas próprias escolas. Essa seria uma boa forma de manter a rotina de estudos dos alunos que não têm como se comunicar através da internet, concorda?

 

********

E então? O que achou das plataformas que listamos com atividades complementares para os alunos fazerem na quarentena? Já utiliza alguma delas? Conta para nós a sua experiência, será um prazer ouvi-lo!

Se gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros textos como este!

Powered by Rock Convert

Quer ficar por dentro das novidades?

Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


Portabilis Tecnologia

A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.