5 min de leitura

Evasão escolar: Saiba como evitar na Educação Pública

Quem vê a loucura que é o período de volta às aulas não imagina quantos alunos, no decorrer dos meses, abandonam a escola ou, simplesmente, não retornam no ano seguinte. Saber como evitar a evasão escolar e o abandono durante o ano letivo tem sido uma questão importante no ensino público.

Esse quadro se comprova com base nos dados inéditos sobre o fluxo escolar, divulgados em junho de 2017 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e pelo Ministério da Educação (MEC).

Todos nós sabemos do papel fundamental dos educadores para o engajamento e permanência do aluno na sala de aula. Mais do que isso: acreditamos que vocês podem fazer a diferença.

Com isso em mente, trouxemos algumas informações relevantes e sugestões de como evitar o abandono e a evasão escolar.

Panorama do Ensino Fundamental no Brasil

Considerando os dados sobre o fluxo escolar, disponibilizados pelo Inep e pelo MEC, verifica-se que os anos iniciais do Ensino Fundamental sofreram um aumento na sua taxa de evasão entre 2014 e 2015.

Tendo em vista que essa queda chegou a 1,8% em 2013, é preocupante que, em 2015, essa porcentagem tenha saltado para 2,1%. Outro detalhe que merece nossa atenção é que as escolas públicas rurais apresentam taxa de evasão de 3,1%, enquanto as escolas urbanas de 1,9%.

Os anos finais do Ensino Fundamental também tiveram um aumento considerável na taxa de evasão: em 2013, era de 5,1% e saltou para 5,4% em 2015. Nas escolas rurais, a taxa foi de 8,5% em comparação com 5,1% das urbanas.

Principais motivos do abandono e da evasão escolar

Antes de pensar uma solução, é indispensável conhecer alguns dos principais motivos do abandono e da evasão escolar. Veja:

Dificuldade no aprendizado

O fracasso escolar e a dificuldade de aprendizado são fatores que podem ocasionar o abandono ou a evasão escolar, uma vez que o aluno, em tal situação, não se sente compreendido, reconhecido ou estimulado.

Falta de um relacionamento afetivo entre educadores e alunos, extrema cobrança de conteúdos e relações conflituosas no ambiente escolar acabam interferindo na capacidade intelectual e rendimento do estudante.

Falta de incentivo dos pais

Grandes nomes da educação acreditam que a solução para evasão e abandono escolar começa dentro de casa. Até porque, pais desinteressados formam alunos desinteressados.

Desde crianças somos naturalmente incitados a copiar os hábitos de nossos familiares, logo, não poderia ser diferente com os estudos. Por isso, é fundamental que o aluno se sinta incentivado pelos pais. Infelizmente, diante de números tão alarmantes, sabemos que não é o que acontece no Brasil.

Falta de transporte escolar

Principalmente em cidades muito afastadas das capitais e mais pobres, muitos alunos deixam de frequentar a escola por falta de transporte escolar. Um bom exemplo disso é o caso dos 100 alunos da Escola Malaquias Ribeiro Damasceno, de São Lourenço do Piauí, que pararam de ir às aulas quando os carros de transporte pararam de circular.

Desinteresse do aluno

Diante dessas e de tantas outras dificuldades que muitas vezes o estudante brasileiro é sujeito, não é de se estranhar que ele se desinteresse pelos estudos.

Aulas repetitivas e pouco elaboradas, ausência de atividades práticas, falta de tecnologia e baixa infraestrutura são pontos que desagradam a maioria dos estudantes, levando-os a desmotivação e consequente abandono ou evasão.

É um desafio ensinar na Era Digital. Os alunos não são os mesmos de alguns anos atrás. Hoje, desde cedo, eles são críticos, possuem pensamento próprio, são extremamente espertos e exigentes.

Como evitar evasão escolar e o abandono das salas de aula

Veja algumas sugestões de ações simples para evitar a evasão escolar e o abandono das salas de aula na sua escola:

Incentive a consciência de valorização

Questões como dificuldade de aprendizado e desinteresse podem ser superadas com a escola valorizando — e ensinando a valorizar — os seus alunos. É preciso que todos os envolvidos — professores, funcionários, alunos e sociedade — percebam que é essencial respeitar as ideias e opiniões alheias e reconhecer a dedicação dos demais.

A escola deve conhecer os seus alunos para saber qual é a melhor forma de trabalhar com eles. Assim, o educador promoverá um ambiente saudável e propício para o desenvolvimento do ensino: elevando o rendimento e a autoestima dos estudantes, além de tornar as aulas mais agradáveis e produtivas.

Aproxime a comunidade da escola

É interessante que a equipe gestora da escola busque maneiras de atrair e orientar a comunidade. Algumas sugestões são cartazes, eventos no pátio da escola, e-mails e mensagens em redes sociais com foco no combate ao abandono e à evasão escolar.

Desse jeito, é possível mostrar para as famílias da cidade que o ensino é importante para as crianças e que a escola se preocupa com o desenvolvimento dos alunos.

Promova acompanhamento com alunos e familiares

A presença de um assistente social e um psicólogo na escola poder ser uma ferramenta para evitar a evasão ou abandono da sala de aula. Por meio do acompanhamento profissional, os jovens podem contar com o apoio necessário para lidar com as suas insatisfações, inseguranças e anseios.

Além disso, torna-se mais fácil identificar possíveis estudantes com algum déficit de aprendizagem e lidar com isso. Outra recomendação é acompanhar os familiares desses alunos e conhecer a realidade de cada família.

Com o acompanhamento profissional, a escola tem as condições necessárias para evitar e solucionar os casos de evasão e abandono escolar.

Utilize a tecnologia do i-Educar

O i-Educar é um software on-line de administração escolar que facilita e agiliza o processo de cadastro e matrícula de alunos, registros de notas, faltas e emissão de documentos, como boletins e históricos escolares.

Com ele, a direção tem acesso a dados estatísticos e indicadores em tempo real e de forma descomplicada. Também há o controle do transporte escolar, com informações sobre os veículos, rotas, motoristas e itinerários, além da emissão de carteirinhas.

Ademais, a ferramenta é perfeita para um acompanhamento mais preciso e modernizado de todas as informações para o Censo Escolar, garantindo um Educacenso mais seguro e simples em todas as etapas.

Essa solução tecnológica veio para otimizar as atividades na gestão da escola e pode ser um auxílio muito bem-vindo na rotina educacional.

Todos sabemos que a qualidade da educação no Brasil não é considerada uma das melhores e que o povo brasileiro está perdendo a fé no ensino. Porém, isso não precisa ser dessa maneira!

Com a escola fazendo o seu melhor para contribuir com o desenvolvimento daqueles que serão o futuro do país, teremos resultados expressivos. Aliás, cada aluno vale o nosso esforço e dedicação, não é mesmo?

Saber como evitar a evasão escolar e o abandono das salas de aula deve ser a missão de todo educador e, agora, você já sabe como revolucionar e trazer os alunos e seus familiares para mais perto da escola.

Gostou do texto? O que você acha de conhecer um passo a passo sobre o Educacenso e sua relevância para a melhoria da qualidade da educação no país? Baixe o nosso guia gratuito e completo do Censo Escolar e fique por dentro do assunto!

    Quer ficar por dentro das novidades?

    Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


    Portabilis Tecnologia

    A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.