5 min de leitura

Comunicação na sala de aula: entenda como melhorar usando a tecnologia

Powered by Rock Convert

A comunicação na sala de aula com os alunos é um desafio para muitos professores, principalmente quando precisam competir com os celulares em sala de aula. Mesmo parecendo algo difícil em um ambiente repleto de adolescentes, despertar o interesse dos estudantes e incentivar a busca pelo aprendizado são coisas possíveis ao dar voz aos alunos.

Não adianta lutar contra a tecnologia, pois os tempos e as pessoas mudaram. A melhor alternativa, nesse caso, é utilizá-la a favor da educação, empoderando os educandos e tornando-os parte ativa do processo pedagógico.

Qual a importância de empoderar os alunos em sala de aula?

Você já parou para pensar que, enquanto ensina, poderia aprender com seus alunos também? Nas escolas, o foco é o aluno e o seu desenvolvimento — ou, pelo menos, deveria ser. Então, nada mais justo do que ouvir o que ele tem a dizer, tirar suas dúvidas, compreender seu posicionamento e considerar os seus comentários e sugestões.

Os seus alunos não demonstram interesse pelo que você diz? Experimente questioná-los sobre quais medidas simplificariam o entendimento dos conteúdos e como gostariam que a aula fosse. Possivelmente, o ponto de vista de seus educandos pode ser o que falta para melhorar a comunicação na sala de aula e o processo pedagógico da escola. Afinal, só eles podem dizer, de verdade, como é melhor aprender.

Dar voz aos alunos significa empoderá-los e garantir autonomia nessa fase tão importante. Mais do que declará-los protagonistas da história da educação, a escola deve permitir que eles sejam protagonistas de suas próprias vidas. Sendo assim, de qual forma assegurar isso senão dando-lhes a oportunidade de expressarem como precisam e desejam aprender?

Ainda, de qual maneira seria melhor e mais fácil dar voz aos alunos senão por meio da tecnologia? Ela, que está tão presente em nosso dia a dia inclusive, na sala de aula, pode ser uma grande aliada para fazer com que os estudantes participem efetivamente das atividades escolares.

Como melhorar a comunicação na sala de aula por meio da tecnologia?

A essa altura, talvez você esteja se perguntando como, de fato, dar voz aos alunos por meio da tecnologia. A ideia, no geral, é permitir que as inovações façam parte da rotina de estudos, demonstrando que a escola e as aulas também podem ser atraentes, além de favorecer muito a comunicação na sala de aula.

Agora, veja alguns exemplos de práticas e usos da tecnologia para estimular a participação dos estudantes!

Blogs e diários on-line da turma

Você já percebeu que seus alunos sempre estão lendo alguma coisa na Internet? Você pode embarcar nessa ideia também! Criar um blog para tratar dos temas discutidos em aula, com certeza, será algo que chamará a atenção da sua turma.

Caso goste de escrever, você mesmo pode criar os conteúdos que serão postados, mas seria ainda mais interessante abrir o blog para que os estudantes também participem, desenvolvendo textos, pesquisas e, até mesmo, trabalhos nessa plataforma. É uma forma de lhes dar a voz que tanto almejam — mesmo que alguns não saibam ainda.

O diário on-line, por sua vez, é uma alternativa sustentável para tornar a comunicação mais efetiva. Por meio dessa ferramenta, é possível registrar a frequência e notas de provas, realizar planos de aula, organizar conteúdos, fazer observações, compartilhar informações e interagir com pais e alunos.

Vale ressaltar que modernizar o processo de gestão escolar, entretanto, não beneficia apenas alunos e professores, mas também todo o quadro de funcionários e áreas de uma escola.

Grupos em redes sociais e aplicativos de mensagens

Que a tecnologia aguça o interesse dos jovens não é nenhum mistério, mas imagine o alvoroço que seria se eles vissem, na escola, mais um motivo para acessar suas redes sociais e enviar mensagens? Não há dúvidas de que, assim, você obteria maior participação de seus alunos, independentemente do tema proposto.

Powered by Rock Convert

Isso é explicado pelo fato de o ser humano ter uma grande necessidade de socialização, e não podemos esquecer, também, que a escola tem um papel fundamental para a inclusão social do estudante.

Nesses grupos e aplicativos, você pode compartilhar slides, artigos para leitura, promover discussões e o que mais for relevante para que haja a compreensão da matéria. Essas ferramentas também podem ser utilizadas para ajudar os seus alunos a se conhecerem. Ou seja, crie, nesses espaços, um ambiente virtual educativo no qual eles se sintam à vontade para conversarem sobre diversos assuntos.

Jogos digitais para atividades escolares

A gamificação das aulas é discutida cada vez mais nas escolas brasileiras. Aliás, não é para menos: os jogos são os produtos mais populares da era digital, mesmo estando presentes na vida das pessoas há muitos e muitos anos.

Provavelmente, a maioria de seus alunos gosta de jogar, mesmo que tenham preferências bastante diferentes sobre o tema. Contudo, se é algo que todos sabem que prende a atenção e agrada esses jovens — uma solução que certamente os encantaria durante os estudos — por que não tornar a aula mais divertida também?

Trazer alguns elementos dos games para a execução das atividades educativas é uma maneira de empoderar o aluno em sala de aula e incitá-lo a ser mais participativo, garantindo que ele aprenda o conteúdo proposto enquanto se diverte. Desse jeito, ele entenderá a experiência de estudar e o esforço para realizar algum exercício de modo mais positivo.

Aplicativos educativos

Alguns aplicativos para smartphones também podem ser empregados para empoderar e dar voz ao seu aluno e aprimorar a comunicação na sala de aula, pois são recursos que fazem parte do mundo dele.

Um bom exemplo é o Verso, um aplicativo gratuito que dá voz ativa ao estudante para solucionar perguntas e desafios anonimamente. Com ele, o professor pode formular questões, transmitir o conteúdo por áudio, vídeos ou imagens e incorporar outras fontes, como YouTube, Vimeo e links.

É uma ótima opção para o educador que deseja empregar o conceito de sala de aula invertida, pois essa ferramenta leva o aluno a expressar suas opiniões, ideias e reflexões sobre determinados assuntos que poderão ser abordados novamente em sala de aula.

Trabalhos colaborativos na Internet

A Internet amplia o horizonte de pesquisa e favorece o compartilhamento de informações e conhecimentos, mas não só isso. Se tiver seu uso bem pensado, ela também pode ser um recurso para encorajar o espírito de equipe e colaborar para que o estudante seja o protagonista de todo o processo de aprendizagem.

Estimule seus alunos a produzirem conteúdos artísticos e educativos para distribuírem na Internet. Você pode, inclusive, sugerir que eles desenvolvam projetos sociais — por meio de uma página no Facebook, no Instagram ou no Twitter — para os quais tenham que produzir conteúdo e engajar a comunidade.

Nesses projetos, é possível falar sobre sustentabilidade, esporte, bullying, música, cinema, e tantos outros temas que são comuns para eles.

Enfim, adotando essas práticas e usos da tecnologia para empoderar e dar voz aos alunos, logo você os perceberá mais próximos e comprometidos com a aula. Afinal, entenderão que as suas percepções importam e que eles
são valorizados pela instituição.

Esse post te ajudou a melhorar a comunicação na sala de aula? Quer ser avisado dos próximos conteúdos? Assine a newsletter! Vamos lá!

Powered by Rock Convert

Quer ficar por dentro das novidades?

Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


Portabilis Tecnologia

A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.