2 min de leitura

Entenda a diferença entre PAIF e PAEFI

Infográfico agenda 2030 da ONU

Estas siglas possuem tamanha semelhança que, muitas vezes, causam confusão. Por isso, é importante entender a diferença entre PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família) e PAEFI (Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos).

Os dois termos são utilizados para designar diferentes tipos de serviços ofertados pelo SUAS (Sistema Único de Assistência Social). Ambos possuem a finalidade de atender e proteger os usuários da política de Assistência Social, bem como suas famílias. Porém, vão muito além disso.

Como você pode perceber, a grande diferença entre eles parece estar na palavra “especializado”. Mas, a explicação não se resume a um simples vocábulo. Por isso, nos acompanhe para saber mais sobre a diferença entre PAIF e PAEFI.

Diferença entre PAIF e PAEFI

Quais seus objetivos?

De maneira geral, o PAIF busca fortalecer os vínculos de famílias em situação de risco e vulnerabilidade social. Já o PAEFI, tem o objetivo de empoderar o indivíduo para que ele possa sair da situação de violação de direito, reconstruindo e fortalecendo seus vínculos afetivos e comunitários.

Para mais informações sobre cada um dos serviços, veja o quadro abaixo:

A quem se destinam?

O público do PAIF são os indivíduos que se encontram em situação de risco e vulnerabilidade, mas, ainda, com vínculos familiares preservados.

O PAEFI se destina àqueles que estão em situação de violação de direito. Na maioria das vezes, seu vínculos familiares e comunitários foram rompidos ou fragilizados.

Veja abaixo, exemplos de situações vivenciadas pelos usuários desses serviços:

Como o PAIF e PAEFI funcionam?

Outras grandes diferenças entre PAIF e PAEFI são os níveis de proteção e complexidade de cada um deles. Para facilitar o entendimento, acompanhe o quadro a seguir:

Conheça, abaixo, como o PAIF e PAEFI funcionam. Suas formas de acesso, principais atribuições e como acontecem os atendimentos e acompanhamentos prestados por esses serviços.

Como funciona o acesso aos serviços?

Ocorre por meio da:

Como o antedimento acontece?

Os atendimentos têm que proporcionar atenção plena ao usuário e a sua família. Além disso, devem resultar na sua inserção imediata em, pelo menos, uma das ações do PAIF ou PAEFI.

Para isso, o desenvolvimento de um plano de acompanhamento, durante o atendimento, é fundamental.

Lembrando que, principalmente no PAEFI, deve haver forte acolhimento e orientação. Pois, em muitos casos, a violação de direitos já ocorreu e o usuário pode estar altamente fragilizado.

Como o acompanhamento é feito?

Nos dois serviços, o acompanhamento é baseado na construção de um Plano de Acompanhamento Familiar (PAF). Neste plano, há um conjunto de objetivos a serem alcançados pelo usuário e sua família.

Vale destacar que cada serviço terá suas particularidades, já que o PAIF tem a finalidade de superar situações de vulnerabilidade e risco social, e o PAEFI, situações de violação de direitos.

Em ambos os casos, a equipe de referência deve acompanhar o usuário e sua família através do plano, fazendo intervenções sempre que necessário.

A diferença é que, no PAEFI, as ações são subjetivas e demandam tempo. Trata-se de um serviço que exige maior especialização dos trabalhadores, flexibilidade nas soluções e acompanhamento familiar mais próximo e individualizado.

Quais as principais atribuições do PAIF e do PAEFI?

Em resumo, as principais atribuições do PAIF e PAEFI são as que seguem:

E então? Conseguiu entender a diferença entre PAIF e PAEFI? Há algo que não trouxemos e que queira acrescentar? Conta para nós, será um prazer ouvi-lo!

Se gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros textos como este!

Infográfico agenda 2030 da ONU

    Quer ficar por dentro das novidades?

    Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


    Portabilis Tecnologia

    A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.