3 min de leitura

Livros sobre diversidade: 7 opções para ter na biblioteca

Promover a diversidade na escola é uma forma de valorizar outras culturas e estimular olhares plurais para a vida em sociedade e formas de ser. Além de facilitar a apresentação de conceitos importantes, como gênero, raça, etnia, orientação sexual, etc. E a biblioteca tem um papel fundamental nessa construção! 

A literatura é uma ferramenta de transformação social que permite ampliar horizontes e conhecer outros mundos, já que possibilita “viajar sem sair do lugar”. Incluir a leitura no cotidiano das crianças é totalmente benéfico: auxilia na alfabetização, diverte e entretém as turmas e amplia o repertório cultural e social dos pequenos leitores. 

A biblioteca da escola é uma espaço de convívio e integração que deve traduzir esses valores e perspectivas, tanto nas histórias selecionadas, como na escolha de autores(as). A seguir, nós elaboramos uma lista de livros infantis incríveis para compor o acervo das escolas que querem valorizar a diversidade e criar ambientes mais acolhedores. 

1 – Meu crespo é de rainha 

Meu crespo é de rainha (Boitatá, 32 páginas), de bell hooks, é um livro que fala sobre penteados e cortes de cabelo, exaltando penteados e texturas afro. É indicado para leitura de crianças com mais de 3 anos, mas pode ser lido por adultos para os que ainda não são leitores. 

É uma obra fundamental para incluir nas bibliotecas de escolas, principalmente por causa da representativa para meninas negras e pela valorização de todas as belezas e corpos.  

Meu crespo é de rainha - bell hooks.

2 – Mãe não é uma só, eu tenho duas!

O livro Mãe não é uma só, eu tenho duas! (Saíra Editorial, 32 páginas) foi escrito por  Nanda Mateus e Raphaela Comisso e conta a história de Malu, que tem duas mães. A história narra a história de uma família repleta de amor e alegria. As ilustrações são de Veridiana Scarpelli. 

Tê-lo na biblioteca da escola é uma forma de mostrar que há vários formatos e configurações familiares e como é importante vê-las representadas na literatura. 

Livros sobre diversidade: Mãe não é só uma, eu tenho duas, de Nanda Mateus e Raphaela Comisso.

3 – Um Dia na Aldeia

Um Dia na Aldeia (Melhoramentos, 32 páginas), do escritor indígena Daniel Munduruku, narra o cotidiano de um menino Munduruku em sua aldeia, abordando as brincadeiras, os saberes tradicionais e a relação com a natureza que perpassa esse cotidiano. 

O autor também escreveu “Kabá Darebu” (Brinque-Book, 28 páginas), Wahtirã: A lagoa dos mortos (Autêntica, 36 páginas) e Coisas de índio: Versão infantil (Callis Editora, 77 páginas).

Um dia na aldeia - Daniel Munduruku.

4 – 50 Brasileiras e LGBTQ+ incríveis

Quem são as mulheres que fizeram história nas artes, na política, nos esportes e na religião? Em 50 brasileiras incríveis para conhecer antes de crescer (Editora Galera, 378 páginas) podemos conhecer trajetórias brilhantes contadas de um jeito divertido e ilustradas por artistas igualmente talentosas. 

50 LGBTQ+ incríveis (Editora Galera, 124 páginas) reúne cinquenta histórias de personalidades da comunidade LGBTQIA+, abordando histórias de vida e aspectos da carreira profissional. A publicação é ilustrada por vários artistas LGBTQIA+ e apresenta Pabllo Vittar, Angela Ro Ro, Marta, Caio Fernando Abreu, Paulo Gustavo, Laerte, entre outros.  

Ambos foram escritos por Débora Thomé, que é jornalista e cientista política.

Livros sobre diversidade: 50 LBGTQ+ incríveis, de Débora Thomé.

5 –  Meu amigo faz iiiii

Meu amigo faz iiiii foi escrito por Andréa Werner, a criadora do Instituto Lagarta Vira Pupa que atua com mobilização social e política para promover uma sociedade mais inclusiva, acolhedora e acessível para pessoas com deficiência e suas famílias. 

O livro conta a história de Nil e Bia: ela vê os comportamentos do amigo e, com a ajuda da professora, começa a observá-lo para tentar compreendê-lo. A leitura é indicada para ensinar as crianças de uma forma lúdica sobre como entender a diversidade como algo natural. 

Meu amigo faz iiiii - Andrea Werner.

6 – Ogum: O inventor de ferramentas

Ogum: O inventor de ferramentas (Arole Cultural, 32 páginas), de Luiz Antonio Simas, é escrito no formato de cordel e apresenta o mito de Ogum. O orixá da tecnologia, estratégia e do progresso ajuda um grande amigo ao fabricar ferramentas para salvar seu reino da fome e da seca.

O livro faz parte da coleção Orixás para crianças, que apresenta costumes, lendas e ensinamentos. No site da editora você pode ler um trecho gratuitamente.  

Ogum: O inventor de ferramentas - Luiz Antonio Simas.

7 – Uma Família é uma família é uma família

“Uma Família é uma família é uma família” (Brinque-Book, 136 páginas) da escritora e professora Sara O’Leary. A história mostra diversas configurações familiares e destaca o que é mais importante: o afeto entre os integrantes!

Nota

O texto acima foi elaborado com informações das fichas técnicas e releases dos livros, disponibilizados nos sites das editoras, que estão referenciados nos links inseridos nos títulos. 

Diversidade nos planos de aula 

Valorizar e promover a diversidade na escola é um compromisso que deve ser assumido por toda a comunidade. Para isso, informe-se sempre sobre o tema, promova capacitações na escola e inclua informações nas diretrizes escolares, como:

Continue aprendendo

Toda semana tem novidades aqui no blog da Portabilis! Quer receber conteúdo gratuito sobre gestão escolar e boas práticas na educação pública? Assine a nossa newsletter! É só preencher o formulário abaixo ↓↓↓. 

    Quer ficar por dentro das novidades?

    Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


    Portabilis Tecnologia

    A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.