5 min de leitura

Objetivo de desenvolvimento sustentável da ONU para a educação: como a tecnologia pode contribuir com a meta 4.3

Para atingir as metas criadas para cada Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são necessárias ações estratégicas, bem estruturadas, e adaptadas à realidade local.

A educação é um dos pontos-chave dos ODS estabelecidos na Agenda 2030, e por isso se tornou o objetivo número 4 (linkar com o texto: Objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU: saiba o que garantirá uma educação de qualidade até 2030), dentre outros dezesseis do plano de ação criado em 2015 na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) por diversos líderes mundiais.

Dentro de cada objetivo planejado, existem inúmeras metas para que o propósito seja alcançado, e com a maior qualidade possível. 

Foram estipuladas 10 metas ambiciosas para assegurar uma boa educação através da inclusão e da equitatividade, promovendo oportunidades de aprendizagem para todos.

Nesse texto, falaremos especificamente da meta 4.3, as estratégias indicadas na Declaração de Incheon e no Marco de Ação para atingi-la, e por último, falaremos de como a tecnologia pode auxiliar nesse processo.

Se interessou? Continue com a gente.

Objetivo de desenvolvimento sustentável para a educação

Meta 4.3 e suas estratégias indicativas

A terceira meta vinculada ao objetivo de alcançar uma educação de qualidade até 2030 refere-se ao acesso igualitário a níveis educacionais mais elevados a todos os homens e mulheres.

Existem grandes disparidades em relação ao gênero, contexto social, étnico, idade e deficiência, quando se fala em educação terciária, principalmente a nível universitário.

Mas a meta não fala apenas de garantir o acesso, e sim assegurar uma educação secundária e terciária de qualidade, desenvolvendo habilidades e oferecendo oportunidades de aprendizado ao longo da vida para jovens e adultos.

O apoio da tecnologia é uma das apostas no processo de alcance da meta. É ressaltada a importância da utilização de recursos educacionais abertos e da educação a distância como meios de tornar a educação terciária progressivamente gratuita. 

Confira o que diz a meta 4.3 abaixo:

“Até 2030, assegurar a igualdade de acesso para todos os homens e mulheres à educação técnica, profissional e superior de qualidade, a preços acessíveis, incluindo universidade”. Fonte: Plataforma Agenda 2030

Aqui, você pode conferir as demais metas do ODS 4:

Fonte: Plataforma Agenda 2030

Perceba que, para atingir o objetivo de uma educação de qualidade, todos os âmbitos que permeiam a aprendizagem foram pensados na elaboração das metas. Tanto cognitivo, socioemocional, quanto comportamental.

A busca por capacitar e empoderar os indivíduos é predominante, principalmente quando falamos na ampliação de oportunidades às pessoas mais vulneráveis.

Uma dúvida que pode surgir é de que forma as metas podem ser atingidas, e se existem diretrizes para as redes de ensino começarem a agir e contribuir para o alcance do objetivo.

O Marco de Ação foi elaborado com o intuito de esclarecer e nortear a implementação dessas ações. Falaremos sobre a indicação de estratégias relacionadas à meta 4.3 adiante.

Estratégias indicativas

Em maio de 2015, ocorreu o Fórum Mundial de Educação (FME) em Incheon, na Coreia do Sul.

Na ocasião, participantes de mais de 160 países adotaram a Declaração de Incheon. O documento constitui, dentre outras coisas, o compromisso da comunidade educacional com a Agenda 2030, estabelecendo uma nova visão de ensino para os próximos 15 anos.

Da mesma forma, o Marco de Ação foi discutido no FME e seus pontos básicos acordados na Declaração de Incheon. Durante um encontro na UNESCO, em novembro de 2015, foi finalmente finalizado.

O Marco de Ação traduz e propõem na prática formas de implementar, financiar e monitorar as ações para o cumprimento das metas da Agenda 2030. Sugere estratégias para o desenvolvimento de planos, levando em consideração as realidades locais.

As estratégias indicadas para atingir a meta 4.3 podem ser resumidas da seguinte forma:

  • Desenvolver políticas setoriais transversais para o desenvolvimento de habilidades profissionais;
  • Fortalecer os vínculos entre a ciência e o desenvolvimento de políticas para acompanhar o ritmo das mudanças;
  • Garantir a qualidade, a equivalência e o reconhecimento das qualificações da educação terciária, e facilitar a transferência de créditos entre as instituições;
  • Ofertar uma educação terciária a distância de qualidade, com financiamento adequado e o uso de tecnologias que proporcionem a melhora no acesso;
  • Reforçar a pesquisa científica na educação terciária e universitária, principalmente para mulheres nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática;
  • Fortalecer o apoio internacional e os programas de pesquisas transnacionais para o desenvolvimento da educação terciária e universitária;
  • Promover oportunidades de formação técnica, profissional, educação terciária e universitária para jovens e adultos de todas as idades, contextos socioculturais, gênero, grupos vulneráveis e pessoas com deficiência;
  • Buscar o apoio das instituições de educação terciária, incluindo universidades, para proporcionarem oportunidades de aprendizagem equitativas e de qualidade ao longo da vida.

Como a tecnologia pode contribuir com a meta

O número de matrículas na educação terciária praticamente dobrou a nível mundial. Em 2000, foram 100 milhões de inscritos, aumentando para um número de 199 milhões em 2013.

Mesmo com o crescimento citado acima, o acesso ainda é desigual, sobretudo a nível universitário.

A pluralidade no ambiente acadêmico é essencial para a criação de conhecimentos diversificados, e na descoberta de soluções efetivas para problemas locais e globais. Além de promover debates mais ricos, estimulando o pensamento crítico e criativo de todos os estudantes e pesquisadores.

A meta 4.3 surge para resolver ou pelo menos amenizar questões como a igualdade de acesso e a oferta de uma educação terciária de qualidade, incluindo as universidades.

Conforme descrito no Marco de Ação, a tecnologia pode ser uma forte aliada no atingimento da meta:

“Um sistema de educação terciária bem estabelecido e adequadamente regulado, apoiado pela tecnologia, por recursos educacionais abertos e pela educação a distância pode aumentar o acesso, a equidade, a qualidade e a relevância da educação”.

i-Educar é um exemplo do que é citado acima. Trata-se de um software livre utilizado por diversas escolas em todo o País, recebendo colaborações de alunos e professores de universidades, como UNB, IFMS, UFRJ, UNIVASF, para sua constante melhoria.

O recurso educacional aberto proporciona aprendizado para os estudantes do meio acadêmico ao mesmo tempo que fortalece o desenvolvimento tecnológico e intelectual do país. 

Além dos benefícios citados, a utilização do sistema livre na gestão das escolas públicas faz com que os custos com educação sejam drasticamente reduzidos, gerando oportunidades de investimentos na qualidade de ensino e contribuindo, a longo prazo, para a oferta de educação gratuita em todos os níveis.

Ao utilizar a tecnologia para desburocratizar o trabalho do professor, e livrá-lo do preenchimento de papéis, o tempo utilizado nessas tarefas é transferido para preparação de aulas que desenvolvam as habilidades e os aprendizados necessários ao longo da vida dos jovens e adultos, despertando o interesse deles em continuar estudando.

Através de soluções como a exemplificada nesse texto, é possível facilitar o trabalho dos profissionais de educação e gerar conhecimento e inovação dentro das universidades, tornando o alcance da meta cada vez mais próximo, e colaborando para um desenvolvimento sustentável de todos os homens e mulheres de maneira igualitária.

********

E então? Conseguiu entender como a tecnologia pode contribuir com o atingimento da meta 4.3 do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU? Acha que é possível atingir a meta? Conta para nós a sua experiência, será um prazer ouvi-lo!

Se gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros textos como este!

    Quer ficar por dentro das novidades?

    Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


    Portabilis Tecnologia

    A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.