4 min de leitura

Permanência: 5 dicas para reter os alunos na escola

A permanência dos alunos diz muito sobre a gestão de uma escola pública. Nesse sentido, toda instituição de ensino, independentemente de sua natureza, tem a missão de buscar pelas melhores soluções para aumentar a retenção dos estudantes.

E esse trabalho começa pela identificação, análise e correção dos fatores que podem colaborar para a desistência e o abandono escolar.

Com isso em mente, neste post falaremos sobre algumas dicas e estratégias para que você consiga manter os alunos da sua escola por mais tempo. Confira!

1. Invista em relacionamentos para aumentar a permanência escolar

Investir no relacionamento entre a sua instituição de ensino e os alunos é fundamental. Afinal, estamos na era da informação e as pessoas buscam por comunicação o tempo todo. Sendo assim, é importante ter em mente que os estudantes de hoje são mais exigentes, dinâmicos e informados do que aqueles de alguns anos atrás. Por isso, não podemos esperar que eles se acomodassem em uma escola como a de antes.

Ou seja, é preciso inovar na educação e se adequar a uma nova realidade, na qual o educando tem voz e deseja ser ouvido. Nesse contexto, usar a internet a seu favor é uma boa estratégia para trabalhar o relacionamento com esse público. Você pode criar perfis, páginas e grupos em redes sociais para interagir com alunos e pais, atendê-los via e-mail e, fora do ambiente digital, envolver toda a comunidade escolar em eventos, feiras e festas para fortalecer vínculos e reter seus alunos.

2. Tenha atenção às necessidades de cada aluno

Muitas escolas perdem alunos por não se atentarem às necessidades específicas de cada um deles. É crucial adotar uma posição mais acolhedora, para que todos se sintam pertencentes ao ambiente escolar, independentemente de suas dificuldades.

Uma sugestão é permitir que o estudante se expresse, pois os jovens preferem frequentar lugares onde sua voz, suas ideias e opiniões são consideradas e valorizadas. É interessante deixar claro que na escola o aluno também tem força e representatividade.

Além de propiciar uma comunicação efetiva, é importante que toda a equipe escolar esteja envolvida na tarefa de dar atenção e incentivar a todos os alunos que desejarem falar. Assumir uma gestão escolar mais participativa, onde o estudante tem mais liberdade para fazer parte das decisões, é fundamental para a permanência dos alunos na escola.

3. Aposte em soluções tecnológicas para modernizar a instituição de ensino

A tecnologia é, inegavelmente, a realidade atual e o futuro do jovem estudante — e a escola não pode negligenciar esse fato. Ademais, os nativos digitais, como são conhecidas as crianças e os adolescentes dessa nova geração, estarão, com certeza, mais dispostos a permanecerem em uma instituição de ensino que aposte nesse recurso em seus processos.

A adoção de soluções tecnológicas, por si só, já será uma ótima ferramenta para motivar a continuidade dos alunos da sua escola. Dado que tal medida permite modernizar o método pedagógico, tornando as aulas mais interessantes e compreensíveis — afinal, estamos falando de uma linguagem que envolve e atrai o estudante.

Em contrapartida, a falta de infraestrutura é um obstáculo para a modernização do ensino no Brasil. Dessa forma, fica difícil tornar o estudo mais atrativo para as gerações atuais e futuras. Porém, o surgimento de algumas soluções, aliado a um bom planejamento estratégico, pode simplificar o processo de adoção de tecnologia nas escolas.

4. Analise os motivos da baixa taxa de permanência da sua escola

Analisar os motivos que levam os alunos a solicitarem transferência para outras instituições de ensino é uma forma de promover melhorias em sua escola. Isso porque, muitas vezes, a baixa taxa de permanência é motivada por algum fator que tem passado despercebido aos olhos da gestão e que, de alguma forma, afeta os discentes.

Além de compreender o porquê das transferências, conhecer os locais para onde os estudantes estão migrando é uma ótima maneira de ter insights e alterar a dinâmica da sua escola, de modo a aumentar a retenção de alunos. Algumas questões que podem e devem ser estudadas:

  • diferenciais oferecidos pela outra instituição de ensino;

  • estrutura física da escola;

  • estratégia de relacionamento e comunicação;

  • plano pedagógico;

  • capacitação de docentes.

Além da transferência, as escolas brasileiras lidam com a evasão escolar. Embora o período de voltas às aulas seja uma loucura, quem trabalha na área da educação sabe que são muitos os alunos que simplesmente não retornam no ano seguinte. As duas maiores causas de evasão e abandono escolar são a falta de interesse e a necessidade de trabalhar ainda muito jovem para ajudar no sustento da família do aluno, por isso, compreender essas questões para tomar melhores decisões na sua gestão é fundamental para que seja mais fácil lidar com esse grande desafio de permanência.

5. Acompanhe o desempenho dos estudantes

Outra medida para manter os alunos na escola é acompanhar o desempenho deles, pois um dos fatores que levam ao abandono, à evasão ou à transferência é a dificuldade no aprendizado junto com a ausência de amparo, que podem resultar no desinteresse e fracasso escolar.

O aluno inserido nessas condições tem o sentimento de incompreensão e é desestimulado a dar continuidade aos estudos. É preciso, então, reconhecer as necessidades desse estudante, acompanhando e analisando sua performance em sala de aula, bem como incentivar um relacionamento afetivo entre ele, colegas e professor.

Aliás, é válido ressaltar que o estresse, a extrema cobrança e a presença de relações conflituosas no ambiente escolar são fatores que interferem no rendimento dos estudantes e prejudicam a retenção de alunos por parte da instituição de ensino.

Lembre que a capacidade de retenção está diretamente relacionada ao interesse do educando em permanecer estudando na instituição e isso ocorre, geralmente, quando ele entende o ambiente escolar em que está inserido como um local agradável de estar e aprender. Portanto, se a sua escola é um espaço que incentiva, motiva, compreende e valoriza os alunos, está no caminho certo e, com certeza, conseguirá mantê-los.

Essas são algumas práticas que trazem bons resultados e colaboram para a retenção de alunos. O ideal, porém, é estar sempre atento e analisar minuciosamente a sua instituição de ensino. Assim, é possível detectar e combater possíveis falhas que, de alguma forma, dificultem a permanência dos estudantes.

Gostou deste post e quer ficar por dentro dos próximos conteúdos? Então não deixe de nos seguir no Facebook, Twitter, Flickr e LinkedIn, sempre compartilhamos as novidades por lá!

    Quer ficar por dentro das novidades?

    Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


    Portabilis Tecnologia

    A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.