4 min de leitura

Como usar as redes sociais para aproximar a família da escola?

Powered by Rock Convert

A falta de aproximação entre escola e família é, frequentemente, uma dificuldade para tornar o ensino eficiente e fazer com que os estudantes se engajem dentro e fora do ambiente escolar. Mas, nos dias atuais, qual seria a melhor forma de aproximar essas esferas importantíssimas para a educação do indivíduo?

As redes sociais são tecnologias que mudaram bastante o modo de vida dos seres humanos, pois são meios de comunicação rápidos e eficientes. Sendo assim, trata-se de ferramentas que têm muito a contribuir com a interação entre família e escola.

Porém, com tantas polêmicas a respeito das plataformas online e da dependência que elas vêm gerando (principalmente nos jovens), é preciso ter cuidado ao empregá-las. Por isso, separamos 7 possibilidades de uso das redes sociais na escola como forma de aproximação. Confira:

1. Promovendo eventos

Não há como negar que festas juninas, festivais de música e festas da família são eventos que chamam a atenção dos alunos e dos responsáveis. Portanto, eles são essenciais para a aproximação entre os envolvidos e exigem uma boa divulgação.

Para que todos se sintam convidados e informados, os educadores podem criar eventos na página da escola no Facebook e informar sobre atrativos, datas e horários. Também é importante destacar a importância de tais festas para o crescimento cultural e social dos alunos.

Além disso, é recomendado incentivar que os próprios discentes tirem fotos do ambiente escolar e de seus projetos para postagens no Instagram da instituição.

2. Interagindo com pais e alunos

Como é possível saber se a família ou os próprios estudantes estão insatisfeitos com algo? É comum que alunos e pais não concordem com o método de ensino utilizado na escola ou mesmo com a infraestrutura do local.

Para descobrir os pontos que precisam de melhorias, crie enquetes em redes sociais como o Twitter. Ademais, é interessante a escola ter um número para contato no aplicativo WhatsApp, estabelecendo regras e horários para o atendimento.

Dessa forma, é possível que a família se comunique diretamente com a instituição e vice-versa, seja para tirar dúvidas ou dar recados etc. Além disso, a modernização das escolas pode ser favorecida com o uso de uma plataforma digital, onde os pais devem ter acesso a informações sobre desempenho e frequência escolar, por exemplo.

3. Apresentando resultados positivos

O sistema de ensino brasileiro investe em algumas avaliações nacionais que proporcionam oportunidades e destaque para os alunos, a exemplo da Olimpíada Brasileira de Matemática. Logo, estas são ótimas oportunidades para apresentar aos responsáveis os resultados positivos dos estudantes.

Outra forma de uso das redes sociais na escola é na divulgação, com prévia autorização, de nomes ou fotos dos alunos que mais se destacaram — mas não só em avaliações de grande porte, pois muitos estudantes podem se sentir excluídos por não terem sido “destaque”.

Lembre-se também de mostrar o crescimento dos alunos num todo, por meio de feiras de ciência, jogos internos ou clubes de leitura. Afinal, cada um se identifica com matérias diferentes e de modos diversos.

Powered by Rock Convert

4. Produzindo vídeos educativos

Os métodos de educar não podem se estagnar e seguir sempre a mesma linha (aulas expositivas no quadro, leitura de textos em livros e exercícios). É necessário inovar para atrair.

O YouTube é uma plataforma de vídeos em que são divulgados tutoriais e diversos conteúdos que captam a atenção de crianças e adolescentes. Então, por que não utilizar esta técnica para educar? Crie um canal para a escola e faça vídeos curtos, com imagens e animações para estimular o aprendizado.

Além de prender a atenção, a iniciativa trará mais foco e prazer em aprender. Outra possibilidade é postar vídeos próprios para a família, mostrando dicas de como ajudar os filhos nos estudos de forma dinâmica.

5. Mostrando conteúdo relevante da escola

Pense em um aluno de 16 anos, repetente e que não consegue aprender do modo convencional. Ele entende que as matérias passadas na escola são muito complexas e não tem tempo para se dedicar, pois ajuda os pais no trabalho. Portanto, ele opta por deixar de estudar.

Esse é um dos motivos mais comuns que levam à evasão, especialmente nas escolas públicas. Tal fato é causado principalmente pela falta de identificação do aluno com o conteúdo ensinado na escola. Assim, para mostrar à família e ao estudante a importância dos estudos na formação do indivíduo, as redes sociais entram como aliadas dos educadores.

A escola deve utilizar o Facebook ou o Twitter, por exemplo, para divulgar os conteúdos disponibilizados de forma digital (e-books, imagens e pequenos textos). Desse modo, há mais chances de atrair a atenção não só do aluno, mas também da família. Os pais terão a chance ver o que é ensinado e perceberão a importância dos estudos.

6. Direcionando os alunos

Com as novas mudanças no Ensino Médio, os discentes poderão escolher as áreas do conhecimento com as quais mais se identificam. Entretanto, para que os alunos do Ensino Fundamental cheguem a essa fase com mais determinação, eles precisam conhecer seus gostos.

Por meio das redes sociais, a escola pode promover jogos educativos e testes que direcionem o estudante para suas habilidades. Sendo assim, os pais terão a oportunidade de conhecer melhor os gostos dos filhos também — e essa é uma tarefa difícil para alguns.

7. Passando credibilidade

Outro ponto a ser abordado é a qualificação dos profissionais que trabalham na escola. Eles devem sempre mostrar preocupação com as questões sociais.

Se demonstram respeito à diversidade e promovem campanhas ou debates alertando sobre bullying, por exemplo, os professores deixam os familiares mais tranquilos. Isso porque os responsáveis saberão que seus filhos estão frequentando um ambiente onde educadores se preocupam com a boa convivência.

Por fim, como educador, busque sempre novas técnicas para dar aulas e deixar os alunos interessados, mesmo com os desafios de ensinar usando tecnologias. Assim, os estudantes levarão para casa o que foi visto, permitindo que a família participe do processo de aprendizagem.

Gostou de saber mais sobre o uso das redes sociais na escola para gerar aproximação com os familiares? Não deixe de baixar nosso e-book e descobrir como engajar os pais na vida escolar dos alunos!

Powered by Rock Convert

Quer ficar por dentro das novidades?

Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


Portabilis Tecnologia

A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.