2 min de leitura

Como usar filmes na sala de aula sem perder o foco?

Powered by Rock Convert

A exibição de filmes na sala de aula tem sido utilizada por muitos docentes. Em um época em que os alunos estão cada vez mais envolvidos com a tecnologia, os professores acabam buscando recursos para irem além do giz e do quadro-negro na tentativa de chamar a atenção dos jovens. Mas será que a exibição de filmes é realmente eficaz? Faz parte de uma estratégia integrada e articulada ao plano de ensino ou é simplesmente uma atividade paradidática?

Pesquisa realizada pela Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, revela que a maioria dos professores acaba utilizando o cinema como artifício motivacional, sem uma articulação clara entre os conteúdos estudados e os filmes exibidos.

Confira algumas dicas de como utilizar o cinema em sala de aula, de maneira realmente eficaz e produtiva!

1. Tenha um objetivo didático

Antes de mais nada, pergunte-se: por que devo passar esse filme? Esse é o primeiro critério a ser analisado. Um filme deve motivar para um conteúdo que será abordado ou aprofundar um assunto já estudado. E, dependendo da situação e dos objetivos, as escolhas serão diferentes.

2. Monte uma metodologia antes de exibir filmes na sala de aula

Depois de ter claro o objetivo da exibição do filme escolhido, elabore uma metodologia. Após a introdução de um conteúdo, por exemplo, você poderá citar o filme, relacionando-o com o assunto. Fale sobre algumas cenas, para despertar o interesse dos alunos.

Na aula seguinte poderá ser a exibição propriamente dita. Geralmente, você precisará de duas aulas para que assistam ao filme todo.

Powered by Rock Convert

Depois dessa fase concluída, apresente uma atividade. Pode ser uma redação, uma discussão em grupo, mas é importante que o professor se envolva, como um moderador, para que o objetivo seja alcançado.

3. Desperte o interesse pela cultura

Assistir a um bom filme é sempre um prazer. A grande maioria dos alunos conhece apenas o cinema comercial. Apresente algo diferente. Mas vá com calma, para que o resultado não seja o oposto do esperado. Filmes muito teóricos, ainda mais sem a devida orientação para os pontos explorados, podem afastar um público ainda não acostumado.

Explore também diferentes culturas e épocas. Fale sobre particularidades que vão além do enredo do filme. Se o tema for a Segunda Guerra Mundial, por exemplo, fale sobre o que acontecia no Brasil naquele tempo, sobre a cultura judaica ou nazismo. A interdisciplinaridade é uma tendência que ocupa cada vez mais espaço na educação.

4. Envolva a família

Nas reuniões com os pais, aproveite para falar sobre a inclusão dos filmes no plano pedagógico. Explique o porquê das escolhas. Desperte o gosto pelo cinema nas famílias também. Assim, você ainda contribui para um novo hábito saudável em casa e estimulando, inclusive, a discussão sobre os temas abordados para além dos muros da escola.

5. Atente-se a alguns pontos

Com esse “guia prático”, você conseguirá relacionar o filme exibido ao conteúdo da disciplina. Mas fique atento:

  • estude os filmes antes de exibi-los. Recorra à internet, onde há vasto material sobre cinema;

  • sempre que necessário, faça interrupções durante a exibição para algum comentário analítico ou interpretativo;

  • incentive que os alunos deem sua opinião e façam sua análise.

E você, como costuma trabalhar a exibição de filmes na sala de aula? Conte-nos sobre sua experiência. Deixe um comentário no post!

Powered by Rock Convert

Quer ficar por dentro das novidades?

Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis toda semana!


Portabilis Tecnologia

A startup de tecnologia que ajuda os governos municipais a superarem a falta de informação através de soluções inteligentes, para aumentar o impacto das políticas públicas de educação e assistência social, focando em transformações sociais e a garantia do acesso de todos os brasileiros aos seus direitos.